sábado, 15 de setembro de 2012

As imagens do Nordeste na canção popular



♪♫ Prepare o seu coração pras coisas que eu vou contar. Eu venho lá do sertão (eu venho lá do sertão) e posso não lhe agradar... ♪♫

 No último dia da XVI Semana Universitária, com limite máximo de inscritos, a nossa oficina "as imagens do nordeste na canção popular" fez bonito! costurado em verso e canção, debatemos pela manhã as teorias de argumentação que subsidiaram as nossas análises à tarde. Canções como "Chão de Giz", "Nordeste Independente", "Caldeirão dos Mitos" e outras compunham um caderno, nosso corpus. Visitamos o museu de cultura setaneja para apreciar mais de perto o que o cancioneiro popular usa nas letras das canções para criar as identidades do Nordeste. Tivemos um saldo deveras positivo, estou feliz e satisfeito com a aceitação e a crítica. Em parte, agradeço ao Dr Gilton Sampaio pela confiança em meu trbalho, a Gerlania Medeiros apoio certo das horas incertas e a todos que escolheram entre as 17 oficinas a que eu ministrei. Valeu!!!!
                                                 parte da turma em visita ao museu





Um comentário:

  1. Meu amor você arrasou, estou muito orgulhosa de você, foi lindo!!

    ResponderExcluir