sábado, 29 de novembro de 2014

Sobre Chaves, o sonho não acabou


Chaves é sem dúvida, ainda hoje, o humor mais saudável da televisão brasileira. Sem nunca apelar para mediocridade, está no ar com o mesmo encantamento que faz crianças, jovens e adultos serem seus fãs. Hoje é um dia muito triste, sua partida, embora muitas vezes tenha sido falsamente anunciada nas redes sociais, nos deixou tão órfãos quanto o menino que vive no pátio dentro de um barril sonhando com sanduíches de presunto. 

É muito fácil falar da personagem Chaves porque seu cronotopo transcende classes sociais e o próprio tempo. Suas lições serão sempre atuais, porque o amor ao próximo nunca sairá de moda, e este é o maior ensinamento deixado pelo magnífico, pequeno Shakespeare: Roberto Gómes Bolaños.

Não conheço e nem quero conhecer quem não goste de Chaves. Não quero assistir nada na TV que me faça chorar porque até hoje ele só me fez sorrir. Sobre Chaves, o sonho não acabou.

Um comentário:

  1. É isso aí, amigo. Aplausos pra você e pro querido e eterno Chaves!

    ResponderExcluir